sexta-feira, 15 de maio de 2015

Cortando o cabelo



Já pensou em cortar o cabelo em outro país? Como seria o diálogo e principalmente como explicar o que você realmente quer. E o lugar? Confia em qualquer preço ou qualidade é o que importa? Vou relatar aqui a minha cômica experiência (lembrando que essa experiência não se aplica a mulheres pois o local escolhido é considerado uma barbearia e não um salão de beleza).

Mais ou menos 1 mês antes de sair do Brasil eu cortei o cabelo bem curto (máquina 3 se não me engano) para não ter que ficar me preocupando com o cabelo e permitir o crescimento do mesmo até eu precisar raspar novamente.

O que eu não imaginava era que eu demorasse tanto para cortar! Hahaha! Eu acho que nunca posterguei tanto essa necessidade! No meu caminho de casa para a escola existem pelo menos 5 "salões" de cabeleireiro cada um de um jeito: uns maiores que outros, uns mais populares que outros e claro que o preço varia mas nem tanto.

Lanchonete vendendo carne de porco ao lado do salão
Eu sempre fiquei imaginando qual seria adequado pra mim, poderia escolher o que fica ao lado de uma lanchonete chinesa que emite um cheiro forte ou talvez o que fica em frente a um ponto movimentado de ônibus ou quem sabe o que fica entre as "casas de massagem" tailândesas mas a decisão foi diferente.

É engraçado pensar sobre isso mas enquanto eu não planejava o dia exato para realizar essa tarefa eu não considerava nenhuma opção pois precisava estar preparado psicologicamente para isso! Hahahaha. Então após ver algumas fotos em que eu estava presente e parecia que usava um capacete eu resolvi planejar a minha ida.

Ao decidir o dia eu fiquei mais atento aos lugares e escolhi o local muito mais por popularidade e facilidade do que por outra coisa. Todo dia eu passava em frente e reparava quantas pessoas estavam cortando o cabelo, se o local tinha máquina para raspar o cabelo e o melhor horário para ir.

Chegando no local
Quase nada de espaço lá dentro!
Um dia antes eu procurei na internet se existiam expressões em inglês para facilitar a comunicação com o cabeleireiro e dei muita risada descobrindo uma série de coisas inúteis mas que dependendo do que você quer podem até fazer a diferença (veja nesse link e algumas expressões nesse link). Não, não usei nenhuma expressão, em contrapartida falei em inglês e mostrei uma foto (ISSO SIM AJUDA!).

O "salão" que eu fui fica na avenida principal de Sydney (George Street) próximo a Central Station. Do lado esquerdo existe um hotel (The Great Southern Hotel) que também é bar e restaurante aberto ao público. Já do lado direito está localizada uma loja de roupas americanas que deixa um alto-falante ligado todo dia dizendo: "US Brands, US Brands...jackets, jumpers, t-shirts...". 

Local entre o hotel e o "US Brands"
Acho que não preciso dizer que a rua é movimentada mas o salão é MINÚSCULO! somente 3 cadeiras, quase nenhum espaço, uma caixa registradora, 2 espelhos e dependendo do dia e da hora pode ter mais de um profissional.

Quase imperceptível!
Chegando lá, 2 pessoas estavam cortando o cabelo e uma cadeira estava vaga. Eu estava esperando uma conversa inicial mas o cabeleireiro que estava disponível falou diretamente para que eu me acomodasse. Após falar o que eu queria e mostrar a foto ele se espantou com a minha decisão (mudar radicalmente a aparência não é algo tão comum por aqui), relutou um pouco mas acabou raspando.

Sinceramente meu corte é muito fácil, só pegar a máquina e sair raspando minha cabeça. O que eu dei muita risada foi quando ele colocou o avental em mim e fechou o mesmo com uma fita crepe!!!! hahahahahahahaha não teve como não rir da situação. Enfim, enquanto 90% do meu cabelo ia para o chão eu descobri que estava sendo atendido por um profissional do Uzbequistão que mora na Austrália há 7 anos e consegue ter um dos piores sotaques em inglês que eu já presenciei!

Diferentemente do Brasil, não teve enrolação e ele terminou o trabalho MUITO antes do que eu imaginava. Até mesmo perguntei: "Acabou mesmo?" e vi que estava tudo em ordem!
Simulação de como foi o corte
Paguei 10 AUD pelo corte de cabelo (preço cobrado para estudantes ou cortes de cabelo simples como foi o meu caso) e saí de lá com a cabeça mais leve e vi que algumas pessoas ainda estavam inconformadas com a mudança radical na aparência e também na quantidade de cabelo que eu havia deixado para trás!

Estou alguns anos mais jovem agora. Vida nova!

"Very very very short please!"
Filipe Guerrero Analista de Projetos/Processos

Nenhum comentário:

Postar um comentário