sábado, 25 de abril de 2015

ANZAC Day



Dia 25 de Abril é uma data super importante na Austrália, não só pelo significado mas também para reforçar o patriotismo. ANZAC (The Australian and New Zealand Army Corps).

A Austrália não possui muito feriados como o Brasil (e também não há muitos feriados regionais) e eles não se incomodam com isso. Faz parte da cultura australiana não pensar no feriado como dia de descanso e sim como um dia para relembrar ou suportar uma causa. É fascinante como eles são patriotas e respeitam o país (e as pessoas).

Particularmente eu aproveito bastante os feriados nacionais aqui pois é uma ÓTIMA oportunidade de ouvir e conversar com os australianos nativos. Eles fazem questão de acompanhar o desfile, ou cerimônia, ou evento realizado nos pontos principais de cada cidade ou estado.

Além de melhorar meu listening eu acompanho a data comemorativa como se fosse algo relacionado ao Brasil, ou seja, estou cada vez mais inserido na cultura e história australiana! Já sinto uma grande afeição pelo país, pelo meio ambiente e por toda história envolvida, até mesmo canto o hino da Austrália junto com eles haha!

Bom, a seguir contarei um pouco sobre o ANZAC Day.


O que é?

O ANZAC Day – 25 de abril – é provavelmente a celebração nacional mais importante da Austrália. O Dia marca o aniversário da primeira grande ação militar travada por forças da Austrália e da Nova Zelândia durante a Primeira Guerra Mundial.

Obs: Aqui tem um vídeo resumo (em inglês) explicando sobre o ANZAC Day. (link)

O que significa ANZAC?

ANZAC é a sigla em inglês para Forças Armadas da Austrália e da Nova Zelândia (Australian and New Zealand Army Corps – ANZAC). Os soldados nessas forças rapidamente se tornaram conhecidos como os ANZACs e o orgulho em carregar este nome perdura até hoje.

Memorial ANZAC coberto de flores

Por que esse dia é tão especial para os Australianos?

No início da Primeira Guerra Mundial em 1914, a Austrália era um país com apenas 13 anos de formação. O novo governo nacional estava ansioso para estabelecer sua reputação entre as nações do mundo. Em 1915 os soldados australianos e neozelandeses formaram parte da expedição aliada que partiu para capturar a península de Gallipoli, a fim de abrir o estreito de Dardanelos para as marinhas aliadas. O objetivo final era conquistar Constantinopla (hoje Istambul, na Turquia), a capital do Império Otomano, aliado da Alemanha. 

As forças da Austrália e da Nova Zelândia desembarcaram em Gallipoli na madrugada do dia 25 de abril, sendo recebidos por uma resistência voraz dos defensores turcos otomanos. O que havia sido planejado como um golpe ousado para tirar a Turquia da guerra, tornou-se rapidamente um impasse, e a campanha se arrastou por oito meses. No final de 1915, as forças aliadas bateram em retirada, após ambos os lados sofreram pesadas baixas e passarem por grandes dificuldades. Mais de 8.000 soldados australianos foram mortos. 

Notícias do desembarque em Gallipoli tiveram um profundo impacto sobre os australianos em casa e o 25 de Abril logo tornou-se o dia em que os australianos lembram o sacrifício daqueles que morreram na guerra. Embora a campanha de Gallipoli tenha falhado em seus objetivos militares, as ações da Austrália e da Nova Zelândia durante a campanha deixaram um legado poderoso. A criação do que ficou conhecido como a "lenda ANZAC" tornou-se uma parte importante da identidade de ambas as nações, moldando a forma com que eles vislumbram tanto o seu passado quanto o seu futuro.

Cerimônias iniciam antes do sol nascer (Memorial em Martin Place - Sydney)
Australianos acompanhando o desfile (não pararam de bater palma um só minuto, vi MUITOS emocionados)

ANZAC Day e a Turquia

Um aspecto singular do ANZAC Day é como ele ajudou a formar laços duradouros de amizade entre a Austrália e seu ex-inimigo, a Turquia. Todos os anos, a Turquia realiza um celebração pelo ANZAC Day perto das margens do Gallipoli. A campanha de Gallipoli também é uma parte importante da história turca. Apesar do grande número de perda de vidas em ambos os lados, os dois países comemoram os sacrifícios feitos pelos seus respectivos soldados. Isso é melhor sintetizado no Memorial ANZAC, uma homenagem escrita em 1934 em memória aos ANZACs por M. Kemal Atatürk, fundador da República Turca.

O Memorial ANZAC


"Aqueles heróis que derramaram seu sangue E perderam suas vidas ...
Vocês agora estão deitados no solo de um país amigo.
Portanto, descansem em paz.
Não existe diferença entre os Johnnies
E os Mehmets para nós onde eles repousam lado a lado,
Aqui neste país nosso.
Vocês, as mães, que enviaram seus filhos de países distantes ...
Enxuguem suas lágrimas.
Seus filhos estão agora deitados em nosso seio E estão em paz.
Após terem perdido suas vidas nesta terra, eles
Se tornaram nossos filhos também."

M. Kemal Atatürk


O que significa hoje?

Australianos reconhecem 25 de abril como uma ocasião de comemoração nacional, que assume duas formas: Serviços comemorativos são realizadas de madrugada – o tempo do desembarque originais – em todo o país (ou seja, antes do sol aparecer). No final do dia, ex-militares e mulheres se reúnem para participar de marchas através das grandes cidades e em centros menores. Cerimônias comemorativas são mais formais e são realizadas em memoriais de guerra em todo o país. Nestes aspectos, Anzac Day é uma época em que os australianos refletem sobre os muitos significados da guerra.

Multidão acompanhando a cerimônia ao vivo a partir dos telões disponibilizados em Martin Place (Sydney)

Curiosidades

  • Todos os ANZACs eram voluntários;
  • Dia 25 de Abril é o único dia na Austrália que as pessoas podem jogar cara ou coroa, legalmente, apostando dinheiro;
  • As papoulas vermelhas é a flor usada na lapela da maioria dos militares nesse dia para recordar as pessoas que morreram nas batalhas. Essa flores estavam entre as primeiras plantas a surgir nos campos de batalha devastados do norte da França e da Bélgica. No folclore dos soldados, o vermelho vivo da papoula veio a partir do sangue de seus companheiros de imersão no chão.

Militar com diversas medalhas
Desfile na George Street
Não só o patriotismo dos australianos me chamou a atenção mas também a facilidade deles em conviver com diversas nacionalidades diferentes (e claro a SUPER organização do evento em todo o país além do respeito das pessoas com essa data e entre as mesmas). Durante as quase 3 horas que acompanhei o desfile vi apenas uma bandeira pequena aborígena... mas essa é uma discussão para outro artigo.

Fontes:
  • Governo Australiano - (link)
  • Brazil in Australia - (link)



"Advaaaaaaance Austraaaaaalia faaaair!" (hino)
Filipe Guerrero Analista de Projetos/Processos

Nenhum comentário:

Postar um comentário